Pular para o conteúdo
Voltar

Formação em Ouvidoria tem quase 97% de avaliação positiva

Capacitação foi realizada pela CGE-MT com o objetivo de melhorar o atendimento dos ouvidores do Estado ao cidadão
Ligiani Silveira | CGE-MT

Formação Continuada em Ouvidoria para os ouvidores setoriais dos órgãos estaduais - Foto por: Ligiani Silveira - CGE/MT
Formação Continuada em Ouvidoria para os ouvidores setoriais dos órgãos estaduais
A | A

A 1ª edição da formação continuada em Ouvidoria, realizada pela Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) entre os meses de agosto e dezembro de 2021, obteve avaliação positiva de quase 97% dos ouvidores setoriais participantes. Ao estratificar o resultado da pesquisa, 75,9% disseram estar muito satisfeitos e 20,7% satisfeitos, de forma geral, com a capacitação.

Quanto à relevância do conteúdo da formação para a rotina dos ouvidores, o nível de satisfação ficou em 100%. De igual forma ficou o percentual de satisfação em relação às instrutoras. Quanto ao material utilizado (apresentações e vídeos), o nível de satisfação foi de 96,6%.

Para a ouvidora da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Amanda Pacheco, que está na função há pouco mais de dois anos, a formação foi produtiva não somente pelo aprendizado teórico, mas também por possibilitar alinhamento de atuação e troca de experiências e boas práticas entre os ouvidores.

“O curso contribuiu muito para alinharmos nossa atuação e compartilharmos experiências. Na minha opinião, ter esse contato direto, em formato contínuo, só tem a agregar, tanto para fortalecer laços, quanto para agregar em conhecimento”, destacou.

Quem também aprovou a capacitação foi a ouvidora do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), Débora Moraes Okazaki, que responde pela atividade há pouco mais de um ano. “O curso foi excelente! Como tenho dificuldade de elaborar o relatório de gestão das manifestações, com a formação, espero que este ano eu consiga fazer, e bem feito”, comentou.

A formação continuada foi realizada entre agosto e dezembro de 2021 pela plataforma Google Meet como ciclo especial do “Programa CGE Orienta – Estado íntegro e Eficaz”, com o objetivo de melhorar o atendimento da Rede de Ouvidorias do Estado na defesa dos direitos do cidadão. Foram sete encontros com duração total de 30 horas e conteúdo programático envolvendo teoria e prática.

Ouvidores aprimoram conhecimentos e habilidades para melhorar atendimento ao cidadão
Créditos: Divulgação

 

A Ouvidoria como parte essencial do controle social e do controle interno foi um dos assuntos abordados. Também foi apresentado e discutido o novo papel do ouvidor, que vai além da missão originária de receber e atender as demandas pontuais do cidadão, mas envolve agregar valor ao serviço público ao promover análises e gerar indicadores de gestão a partir dos registros da sociedade para auxiliar os órgãos na melhoria dos serviços entregues à população.

Como tratar reclamações e denúncias e os elementos que configuram uma resposta como efetiva também estiveram entre os temas abordados. Em pauta ainda estiveram os princípios da Lei de Acesso à Informação, do Código de Defesa do Usuários dos Serviços Públicos e da Lei de Proteção de Dados Pessoais, cujas regras impactam diretamente no trabalho do ouvidor.

O curso teve como instrutoras a secretária-adjunta de Ouvidoria Geral e Transparência, da CGE-MT, Elba Vicentina de Moraes, e a analista administrativo Aline Landini. A formação teve a participação de representantes das 39 Ouvidorias Setoriais e Especializadas existentes no Poder Executivo Estadual.

Para saber mais sobre a Rede de Ouvidorias do Estado, acesse: www.ouvidoria.mt.gov.br .





Editorias